HOME      |      RELEASE      |      GENEALOGIA      |      LIVROS      |      VÍDEOS      |      BAZAR      |      BLOGS     |      CONTATO

 
 
 



Release

Nasci na localidade de Passo da Pedra, em domicílio paterno, sob os cuidados de minha avó paterna: Donatilla Soares da Silva Maycá, que sempre prestava estes serviços às noras e filhas parturientes.
Tive uma infância comum, onde juntamente com meus irmãos: Nereu, Luci, Áureo e Nely desfrutávamos o convívio da vida simples do campo na localidade de Passo da Pedra e posteriormente em Giruá.
 
Por que escrevo?
Muito cedo tive contato com a poesia e a literatura.  Aos cinco anos declamei em público pela primeira vez, graças ao empenho de meu pai em ensinar-me verso por verso até serem decorados, visto eu ainda não ser alfabetizada. Jeca Tatu de Monteiro Lobato encantou-me sobremaneira, os bichinhos todos de botinas... que lindo!  E, quando fiz sete anos, professora Elzira, minha primeira professora, me deu de presente o livro Pernalonga; lembro-me tão bem, ela o trouxe envolvido em um pacote de papel de seda vermelho.
Penso que trouxe o dom da poesia, pois aos doze anos estando então na 6ª série atendendo ao pedido da Profª Eva Silva, ao invés de copiar um poema de um autor de renome para a apresentação  às mães, fiz eu mesma a minha poesia e lembro que emocionei a professora quando apresentei meu feito a ela. A partir de então não parei mais de escrever e, em cada hora cívica da escola lá estava eu com um poema referente à data que era declamado, por mim, aos colegas.
Depois, foram nascendo outros poemas além dos ocasionais e aos vinte anos com um calhamaço deles na mão achei que tinha material para publicar um livro. Juntei minhas parcas economias e numa edição independente publiquei Perfis, que foi o marco inicial da minha carreira, que não se limitou somente à poesia, pois paralelo a ela fui enveredando pelos caminhos da pesquisa histórica e oral e genealógica, que vem fundamentando meu trabalho.

Considerações feitas pela poetisa Florisbella Carneiro Zimmermann: "'Um poeta é sempre irmão do vento e da água. Deixa seu ritmo por onde passa.' Pelo ritmo da tua poesia Cecília eu vou descobrindo em Perfis a magia da tua infância, nas páginas de Adeus! Adeus! e Mãe Presente de Deus. Acompanho a colegial no belo poema Meu Álbum e posso sentir em: Silêncio!..., que tudo está calmo... A chuva cai lá fora... monótona e mansinha... Assim é tua poesia Cecília. Vida, alegria e saudade que se encontram como se fossem só o tamborilar da chuva no telhado. Mas tu buscas o ritmo da natureza para teus poemas feitos das águas da tua cachoeira, no interior de Giruá, do vento e da chuva fria do sul e da 'lua surgindo' para falar do que te vai na alma de poetisa."

Considerações feitas por Leonilda Hilgenberg Justus: " Em 'Perfis' da autoria de Cecília Maicá mesclam-se harmoniosa, suave e liricamente flóridos sentimentos brotados da criatividade de uma alma bela, delicada, sensível (...) Repetindo, somente uma alma belamente dotada captaria, com a sentimentabilidade necessária, concretos e abstratos do viver como o faz Maicá em cada página, um sentir profundo e intenso, encontrando guarida nos corações dos leitores... Encontrando aprovação silente na comunhão dos pensamentos. 'Perfis' um livro de poesias para pessoas que sabem olhar, sentir e amar!"

Obras: - Perfis
          - Pago, Passado e Presente
          - Entre Mates
Antologias que organizei: 
          - A voz dos Poetas (participação de 10 poetas)
          - Poesia Selecionada nº 1 (participação de 26 poetas)
          - Poetas Brasileiros (Re)Unidos (participação de 32 poetas)
Antologias que participei:
          - Coletânea Literária Santa-cruzense
          - Anuário de Poetas do Brasil - Rio de Janeiro (edição 1983)
          - Cantigas de Natal e outros cantos de Paz - Porto Alegre
          - Seleta de Versos - São Luiz Gonzaga
          - 40 anos Estância da Poesia Crioula - Porto Alegre

Letras de Música:
          - Chaleira Preta musicada por Darci Bisognin e gravada pelo grupo musical Os Brasileiritos
          - Essência Guarani musicada por Roberto Carlos Salas e interpretada por Aureo Maicá
          - Cavalo Virtual musicada por José Muller e interpretada por Jeferson Silva
          - Maruca e Maria musicada por Roberto Carlos Salas e interpretada por Fernanda Lyra
          - Aquarela Vespertina musicada por Roberto Carlos Salas e interpretada por Jeferson Silva e Rúbia Pereira
          - A Primeira Batalha de Anita musicada por Glademir Escobar interpretada por
 
          - Dos Bailes no Cascavel musicada e gravada por Valdomiro Maicá

Sétima Arte:
         - Em 2010 um novo desafio: escrever um roteiro de curta-metragem. E a nova experiência foi bem sucedida, pois o trabalho "CARTAPÀCIO", no seu todo, galgou o primeiro lugar no 1º Festival de Curtas de Giruá, onde 15 trabalhos concorreram.
 

Premiações e Menções:
          1982-  3º lugar Concurso Nacional Felipe D’Oliveira (poesia), Santa Maria/RS
                -  Menção Honrosa III Concurso Nacional de Poesia, Brasília/DF
                -  Destaque do ano 81/82 em Poesia, Giruá/RS
1983-  Diplomada como Sócia Fundadora da FEBET - Federação Brasileira de Entidades Trovistas, Vila Velha/ES
1984-  Diplomada como Membro da Academia Anapolina de Filosofia, Ciências e Letras, Anápolis/GO
1985-   Diplomada como Membro The International Academy of Letters of  England, Londres/Inglaterra;
      -   Agraciada com Medalha  - 30º Aniversário de Giruá, Giruá/RS
1988-   Admitida Acadêmica da Estância da Poesia Crioula, Porto Alegre/RS
1989-   Diplomada como Membro Titular da Academia de Letras Municipais do Brasil, São Paulo/SP
1990-   Agraciada com Placa no 1º Encontro do Poeta Giruaense – 182º Aniversário do Banco do Brasil, Giruá/RS
1992-  1º Lugar Poesia XIII Campereada Internacional de Alegrete   
                -  2º Lugar Declamação Própria Autoria, XIII Campereada Internacional de Alegrete/RS
1993-  2º Lugar Declamação  5ª Festa Campeira, Santa Rosa/RS
1996-  1º Lugar Declamação 1º Puxirão Campeiro, Santa Rosa/RS
      -   Menção Honrosa IV Concurso de Poesia Taveira Jr., Porto Alegre/RS
      -   4º Lugar Poema nos Ônibus (550 participantes), Santo Ângelo/RS
1998-  Medalha Mérito Farroupilha, Poder Legislativo, Giruá/RS
- Troféu Vaqueano da Cultura Gaúcha – Homenagem Especial, Piquete Nativista Giruá, Giruá/RS
-  3º Lugar Poesia Inédita 1ª Amaúcha, Santo Ângelo/RS
1999-  Diploma Brilho Feminino Giruaense, Poder Legislativo, Giruá/RSrce
-  1º Lugar e Melhor Poesia 1º Canto da Terra dos Jerivás, Giruá/RS
-  Homenageada com Placa pelo Rotary Clube, Giruá/RS
2000-  Troféu Autora do Hino da Escola Otávio Bos, Giruá/RS
2001-  2º Lugar Concurso Literário Cristóvão Pereira de Abreu (Pesquisa Histórica) – Estância da Poesia Crioula, Porto Alegra/RS
2002-  1º Lugar Poesia Moderna  7º Concurso Taveira Júnior, Porto Alegre/RS
1º Lugar Fase Local II Canto da Terra dos Jerivás, Giruá/RS
3º Lugar Fase Local II Canto da Terra dos Jerivás, Giruá/RS
Música Mais Popular II Canto da Terra dos Jerivás, Giruá/RS
         2003- 1º Lugar Fase Local III Canto da Terra dos Jerivás.
         2004- Troféu Butiá, Administração Municipal de Giruá.
               - 1º Lugar Concurso Hino do Instituto Educacional João XXIII, Giruá/RS
        2005- Hino da Escola Telmo Motta, Giruá/RS
       
 
        2010- Roteiro do Curta-Metragem Cartapácio vencedor do 1º Festival de Curtas, Giruá/RS
        2012- Convidada ao Prêmio Mulher 2012, Porto Alegre/RS
        2015- Melhor Letra 1º Canto de Amor a Giruá, Giruá/RS
        2016- 2º Lugar 2º Canto de Amor a Giruá, Giruá/RS

 

 

 
 
     

Copyright © 2005-2017 Cecília Maicá. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial sem autorização prévia.